Vício em celular o que é: Causas, Sintomas e Tratamento

Junto com as tecnologias surgem as fobias, dores e problemas. E a nomofobia é a mais nova fobia do mundo moderno, quer saber o que é, veja a seguir!

Muitas doenças modernas surgiram com a evolução da sociedade, um exemplo disso é a depressão. Porém muitas vezes causadas pela falta de viver o mundo real, e sim, viver em um mundo online. E o celular é um grande vilão nessa história.

Os viciados em celular surgem dentro de qualquer família, não é uma doença genética e sim um sentimento, um desejo incontrolável de ter sempre um acesso ao mundo digital.

O vício em celular é comum?

O vício em celular se torna cada vez mais comum pois o acesso a um aparelho começa muito cedo, as vezes na infância. Logo a vida pode estar sendo prejudicada, os relacionamentos, na escola, no emprego, podendo levar o viciado em celular a desenvolver nomofobia, que é a fobia de não estar conectado um celular.

É possível curar o vício de celular?

Sim! É possível! Você pode curar o vício do celular, com autoconsciência e ajuda, você também irá conseguir e é nesse artigo que você descobrirá tudo sobre esse moderno transtorno, veja a seguir.

O que é nomofobia, o vício em celular

 

Há pouco mais de 25 anos, a ideia dos celulares e computadores estarem presentes no dia a dia do ser humano moderno, criou expectativas e esperanças por uma vida mais ágil.

Hoje, são ferramentas essenciais para o trabalho, amigos e família. Logo podemos nos comunicar, trabalhar e até estudar através de toda a aparelhagem que surgir a três décadas e evolui espantosamente.

Porém, como nada vem de graça, e sempre o exagero é um problema do ser humano, surgiu uma doença relacionada com o consumo dessa tecnologia e seu nome é nomofobia.

Mas o que é a nomofobia?

A nomofobia se caracteriza por causar um sentimento angustiante, pensamento desconfortante, raiva ou estresse pela falta de aparelhos eletrônicos de comunicação como celulares e computadores. Também apresenta insatisfação por não ter a disponibilidade de se comunicar.

Conclusivamente a nomofobia é o medo de ficar sem celular, ela pode ocorrer antes mesmo de você ficar sem, ou no período de abstinência. Muitos jovens, que não podem utilizar o celular em salas de aula, por exemplo, tem muitos problemas relacionados com a fobia.

Causas do vício em celular

 

Toda causa do vício em celular estará relacionada ao aparelho e também se pode incluir os tablets que possuem as mesmas funções do celular.

O uso por mais de 10 horas diárias ou mais que 30 minutos seguidos pode caracterizar que você está viciado em celular.

Não há medicamento que possa evitar as causas, mas a situações na vida do ser humano que podem levar a pessoa a se viciar, como por exemplo:

  • Falta de interação social;
  • Baixa autoestima;
  • Fobia social;
  • Falta de atividades diárias;
  • Uso do celular em momentos inadequados do dia;

Outro motivo que pode levar ao vício do celular, é a ideia de que as pessoas possam lhe seguir em redes sociais, e falsamente se cria um público fantasioso, forçando o usuário a sentir responsável por atualizar uma vida de fachada.

Obviamente, muitas pessoas utilizam as redes sociais como fonte de renda, mas devem saber separar a sua vida, do horário de trabalho.

Os viciados em celular estão constantemente conectados, e acabam transformando a vida online na vida real. Logo esquecem da vida física longe do celular, esquecendo de muitas coisas que para qualquer outro ser humano é simples, como conversar com o olho no olho.

Se você apresentar alguns desses sentimentos, ou sente que não consegue estar longe de seu celular, você pode estar criando motivos para desenvolver o vício por celular e consequentemente a nomofobia, descubra os sintomas a seguir.

(Foto: Divulgação/Google/Imagens – Imagens livre de direitos autorais)

Quais são os sintomas da nomofobia?

 

Você pode estar viciado em celular, ou precisa utiliza-lo muito durante o dia, mas talvez não desenvolva a nomofobia.

Porém a linha que separa estar com a síndrome e não estar é fina e pode surgir do dia para a noite, veja a seguir os sintomas de quem está com a nomofobia:

  • Não admite a ideia de ficar sem celular;
  • Utiliza o celular em momento não apropriados;
  • Dorme muito tarde por que usa o celular na cama e perde o sono;
  • Já acorda acessando as redes sociais;
  • Não consegue manter um diálogo sem ter que conferir o celular de minuto a minuto;
  • Não presta a atenção em conversas, seja individual ou em grupos;
  • Deixa de realizar funções do cotidiano para ficar mexendo no celular;
  • Perde a noção de tempo pelo uso excessivo do aparelho;
  • Se estressa ou tem ataques agressivos se fica sem o celular seja apor falta de bateria ou sem sinal;
  • Não vai para lugar algum, quando em uma viajem ou passeio, sem saber se há sinal de wiffi no local;

Tratamento para nomofobia, viciados em celular

Para quem não tem nomofobia é fácil sugerir um tratamento pois somente quem vive a fobia sabe o quando o cérebro se vicia pelo bem estar que a rede social pode causar em algumas mentes.

Porém, o auxílio de todos a volta do viciado em celular é fundamental para que se possa sair desse quadro. Deve-se ter cuidado pois o vício pode ser contagioso, não como uma doença ou vírus, mas pelo exemplo.

Pais viciados irão criar filhos viciados em celular e que certamente será muito grave no desenvolvimento da infância, adolescência e vida adulta.

Lembre-se que sempre é necessário a busca do auxílio profissional caso você se encontre nesse quadro de nomofobia.

O melhor tratamento que se pode ter é a conscientização e alguns passos que você pode tomar para apaziguar esse vício como por exemplo:

  • A criação de uma agenda diária, com o tempo necessário para acessar as redes sócias;
  • Se você não vive financeiramente desse acesso, o ideal é que você perca até 2 horas diárias de acesso, divididos de 4 a 6 acessos, depois desse passo inicial, diminua para 1 hora;
  • Diminua o consumo do uso de celulares aos poucos, afim de não criar sensação de abstinência;
  • Criar novos hábitos na vida, como praticar esportes, caminhar, passear no parque e não leve o celular;
  • Peça ajuda a família e amigos, certamente eles irão entender e lhe auxiliar;

A vida física é muito mais saborosa que a real, viva os momentos e esqueça o mundo online.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios