Lidocaína o que é? Para que serve? Como usar?

Lidocaína é um medicamento anestésico local para controle de dor referente a penetrações no tecido por injeções ou do tipo e superficialmente em casos de queimaduras, limpeza dental ou rachaduras na pele.

Utilizada em áreas da odontologia, otorrinolaringologia e obstetrícia, como anestesia.

Quando utilizada na otorrinolaringologia é aplicada em punções dos seios maxilares e para evitar náuseas durante instrumentação como endoscopias. Em odontologia antes de remoção de tártaro e outras limpezas, para poder fazer radiografias, impressões dentárias e antes de aplicar injeções.

E na medicina obstétrica a lidocaína é utilizada no momento da episotomia que é o corte realizado entre a vagina e o ânus para auxiliar a saída do bebê. Afim de que não haja dor no momento do corte.

A lidocaína é um anestésico para ser aplicado em superfícies possuindo um grande poder de absorção.

O que é lidocaína: Pomada, Solução e Injetável

 

A lidocaína é um anestésico utilizado para reduzir os sintomas da dor em diversos procedimentos. Sua administração pode ser via intravenosa, subcutânea, intraóssea, endotraqueal, pomada, gel, adesivo e oftálmica.

A lidocaína age geralmente entre 1 a 3 minutos e o tempo de ação depende da quantidade aplicada ou injetada. Ela age inibindo a produção de fluxos iônicos, estabiliza a membrana neural da célula local extinguindo a transmissão dos impulsos e anestesiando o local.

As principais administrações da lidocaína são em pomada, solução e injetável, veja logo abaixo mais sobre cada tipo.

  • Lidocaína em pomada

A pomada de lidocaína é indicada para reduzir dores realizados por instrumentos como por exemplo intubação endotraqueal, cistoscopia, sigmoidoscopia, endoscopia, proctoscopia. Sua ação inicia entre 1 e 3 minutos.

Também utilizado par queimaduras leves na pele, picada de inseto, rachadura nos seios, herpes, queimaduras do sol. E também é utilizado como anestesia para mucosas por exemplo em hemorroidas e fissuras.

A pomada de lidocaína também é utilizada na gengiva antes de remoção de tártaro ou aplicação de injeção, essa pomada especifica para uso odontológico possui sabor de laranja. Alguns medicamentos para herpes labial podem possuir a substância.

A pomada de lidocaína não deve ser aplicada na região dos olhos e se o paciente apresentar reações alérgicas contra o princípio ativo.

  • Lidocaína em solução

 A solução de lidocaína tem a apresentação em spray, sua aplicação causa perda temporária de sensibilidade na área aplicada. É indicado para anestesia de mucosa superficialmente.

Utilizado em aplicações para tratamento de anestesia na faringe, ou inserções de injeções na boca ou outros locais.

O spray sempre é utilizado na região da boca ou garganta o que pode provocar dificuldade para engolir. Também o adormecimento da língua pode causar o risco de se morder. Esse medicamento não tem cor ou cheiro, seu sabor é de banana.

  • Lidocaína injetável

O analgésico também tem a sua apresentação injetável, ela age mais rápido e tem um poder de anestesia muito maior.

Utilizado na odontologia em aplicações na gengiva.

Na obstetrícia a lidocaína injetável é utilizada no episotomia, um corte realizado entre a vagina e o ânus para auxiliar a saída do bebê. Por ter mais poder de anestesia e durabilidade.

A aplicação da lidocaína injetável deve ser utilizada com cuidado, é recomendado a menor dose possível, pois grandes quantidades podem levar a morte.

A aplicação deve ser lenta com aspiração para evitar que a injeção seja intravascular. Todo resto de produto não deve ser reutilizado e sim descartado afim de que não ocorra qualquer tipo de contaminação.

Para que serve a lidocaína

 

A lidocaína é um anestésico local que tem apresentação em creme, spray ou injetável, é muito utilizado para ação de anistia no local desejado. Inibe reações neurais evitando que seja transmitida a sensação de dor.

Serve para exames como endoscopia, proctoscopia, intubação, cistoscopia, e introdução de sondas visicais.

Possui boa lubrificação o que permite a passagem de instrumentação por vias. Também é indicada para o tratamento e redução das dores causadas por cistite ou uretrite.

Também é utilizada como anestesia na área odontológica, para procedimentos na boca, como limpeza de dentes, remoção de tártaro. Em casos de cirurgia ou tratamento de canal é utilizada a lidocaína injetável, que age em menos de 2 minutos e tem a duração de até 15 minutos.

Já em obstetrícia é utilizada no momento do parto, quando o médico faz um pequeno corte em diagonal na região do períneo, chamado de episotomia

Seu valor varia de acordo com o local que você mora, você encontra a pomada entre R$ 6 e 12.

Como usar a lidocaína

 

O anestésico a base de lidocaína não deve entrar na corrente sanguínea, ele é de ação superficial, em caso um pouco mais incisivos como a episotomia ou uma ação odontológica mais agressiva, o uso injetável é mais aconselhado.

Mesmo assim, a injeção deve ser aplicada com precaução e lentamente, com aspiração para evitar que ela seja intravascular. O uso do injetável é indicado para a odontologia e obstetrícia.

A pomada de lidocaína é utilizada para reduzir dores provocadas na utilização de instrumentos em exames específicos como intubação e endoscopias. Deve ser aplicada em uma gaze antes da inserção do instrumento, além de auxiliar no processo de anistia, lubrifica o local que irá passar.

Serve na utilização de queimaduras do sol ou outro tipo de queimadura superficial. Utilizada em fissuras, rachaduras, seio e pele e alivio em hemorroidas. Deve ser aplicada em camadas finas e bem espalhadas, afim de que haja a absorção da pele.

Aplica-se na gengiva afim de anestesiar para procedimentos de limpeza e remoções.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios