Infectologista o que é? O que faz? Qual a sua importância?

O infectologista é um médico que vai tratar as doenças que são contraídas por meio de bactéria, vírus e todos os outros tipos de agentes específicos.

O profissional que se especializa na área de infectologia tem que estar preparado para diagnosticar, tratar e fazer o acompanhamento dos pacientes que contraírem esse tipo de doença patológica.

A área de estudo e trabalho do infectologista é bastante ampla por se tratar de doenças causadas por bactérias, vírus, fungos, protozoários e até animais. Por isso, confira agora tudo sobre o campo de trabalho do infectologista e sua atuação na medicina.

O que é um Infectologista?

 

Um infectologista é um médico que trata de doenças contraídas através de bactérias, vírus, protozoários e fungos. Para se tornar infectologista o médico precisa se formar no curso de medicina e fazer mais três anos de medicina para que possa se especializar na área.

A infectologia também é conhecida como a área que trata de doenças infecto-parasitárias por estudar e tratar doenças causadas por parasitas como vírus, bactérias e protozoários.

A infectologia estuda as infecções, que são divididas em dois grupos: crônicas e agudas. As infecções crônicas, assim como toda doença dessa natureza, não possuem cura, mas com o tratamento correto podem ser contidas. Muitas vezes as doenças crônicas demoram ou nem se manifestam no indivíduo.

Já as doenças tidas como aguda, tem cura e apresentam sintomas claros que vão demonstrar a infecção. Dentre eles estão febres, dor de garganta, vermelhidão na pele. Ao ter esses sintomas, é recomendado procurar um médico infectologista.

A maioria das doenças infectocontagiosas terão tratamento e cura, principalmente as que são contraídas por meio de bactérias.

As doenças mais tratadas pelos infectologistas são HIV, hepatite, sífilis e tuberculose. Essas doenças são as mais contraídas pela população, por isso são as mais tratadas.

O objetivo é diagnosticar a doença o mais rápido possível para que o tratamento adequado seja passado e a doença controlada. Em muitos casos, o descobrimento tardio pode trazer dificuldades na cura caso o quadro esteja muito avançado.

Em resumo, o médico infectologista vai tratar das doenças patológicas causadas por parasitas e infecções. A área de infectologia não é seguida por muitos médicos e, por isso constantemente profissionais desse campo estão em falta nos hospitais principalmente os públicos.

Para que serve o médico Infectologista?

O infectologista possui várias funções enquanto médico. Ele irá examinar, diagnosticar, passar um tratamento e acompanhar o paciente enquanto ele não estiver totalmente curado.

Geralmente o paciente será encaminhado para um exame de sangue pois essa é a maneira mais rápida de descobrir doenças causada por vírus ou bactérias. Logo depois, o infectologista irá fazer o diagnóstico e passar o tratamento adequado para o quadro do paciente.

Os quatro principais papéis de um infectologista no hospital são:

  • Diagnóstico e tratamento de doenças causadas por parasitas e infecções
  • Vacinação contra doenças e infecções
  • Prescrição de medicamentos para tratar a doença
  • Higienizar ambiente hospitalar no intuito de prevenir doenças

Além disso, ele poderá ajudar na manutenção da higienização do hospital para que nenhum paciente acabe contraindo mais alguma doença por falta de limpeza.

O médico infectologista irá lidar com inúmeros tipos de doença, visto que a maioria das doenças são causadas por vírus e bactérias. Porém, dependendo do tipo de doença ela pode ser tratada por outro médico que não seja especialista.

Porém, o infectologista também cuidará do diagnóstico e tratamento de doenças tropicais pois os trópicos têm condições ambientais propícias para o desenvolvimento de doenças infectocontagiosas.

Algumas doenças presentes nos trópicos do planeta são febre amarela, dengue, Chikungunya, esquistossomose. Essas doenças são estudadas e tratadas por infectologistas que são especialistas nessa área.

Então se você tem algum sintoma que remeta a qualquer uma dessas doenças, procure urgentemente um médico infectologista. Pois somente ele poderá fazer um diagnóstico do seu problema.

(Foto: Divulgação/Google/Imagens – Imagens livre de direitos autorais)

O que faz um médico Infectologista?

 

O médico infectologista tem o importante papel de tratar infecções e doenças mais sérias causadas por parasitas como HIV, hepatite, tuberculose. Essas doenças são encaminhadas para o infectologista porque ele é especialista nessa área e possui mais experiência.

Mas não são todas as doenças causadas por vírus e bactérias que precisam passar pelo infectologista, tais como gripe, dor de garganta, resfriado.

Esse tipo de doença que é menos grave pode ser tratado por um clinico geral sem problemas, porém o infectologista também pode diagnosticar e tratar doenças como gripe, sinusite e amigdalite.

Os primeiros sinais de infecção geralmente são febres, porém a febre não indica que necessariamente o paciente possui uma doença infectocontagiosa. Mesmo assim, o recomendado a se fazer ao sentir febre é procurar um médico, de preferência infectologista, para que o diagnóstico seja feito.

Geralmente, quando as infecções são mais específicas como pneumonia as pessoas tendem a procurar um médico específico como um pneumologista.

Qual a importância de consultar um médico Infectologista?

 

Por ser especialista na área de infecções e doenças patológicas, o infectologista vai ter mais propriedade para tratar as doenças que estão no seu campo de atuação.

Uma pessoa que adquiriu o vírus da HIV, por exemplo, deve procurar um infectologista para ter um tratamento adequado. Dessa forma, a doença pode não se manifestar ou ser tratada a tempo de não afetar a vida da pessoa que a possui.

Mas, os infectologistas também irão diagnosticar e acompanhar o caso de pessoas que possuem AIDS, a manifestação do vírus da HIV.

Não só isso, o médico especializado em infectologia também pode ajudar a dar um diagnóstico àquelas doenças que nenhum médico conseguia descobrir o que era. A maioria das doenças quando são descobertas cedo podem ser tratadas a tempo, e em alguns casos curadas sem deixar sequelas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios