Niguiri o que é? Como comer?

Os pratos mais tradicionais do Japão vêm ganhando espaço na culinária brasileira, porém um em especial chama a atenção pela facilidade de comer, e o Niguiri, descubra nesse artigo tudo sobre essa delícia.

Para os iniciantes, comer sushi pode ser intimidador ou qualquer outro prato da cultura japonesa. No cardápio, aparecem termos que os brasileiros não conhecem. Seja toro, Aji, Niguiri ou Kamaboko, uma pessoa sem experiência, nesse tipo de culinária, talvez não vai entender.

Então para não cancelar seu maravilhoso jantar japonês, entenda de forma descomplicada, sobre um dos principais tipos de sushi disponíveis no Brasil o Niguiri.

O Niguiri pode ser comido com Hashi, os palitinhos de madeira, mas o tradicional para o Niguiri e o comer com as mãos.

Hoje é fácil encontrar nas capitais brasileiras restaurantes especializados na culinária japonesa. Então veja a seguir tudo sobre o Niguiri e fique um expert para quando ir a um restaurante japonês você saiba tudo.

O que é Niguiri de salmão?

 

A história tem origem nas navegações primitivas, onde pescadores perceberam a alta capacidade de preservação do arroz, assim uniram o grão com peixes, algas e outros frutos do mar, para criar sua alimentação.

Era uma questão de sobrevivência, o arroz e o peixe estragavam e precisava se conservar o alimento. Então a solução foi aplicar vinagre ao arroz que diminuía o gosto forte de sua fermentação, e a atrasava-a, ou seja, o arroz azedava o peixe também, a técnica melhorou o sabor, mas não tem nada a ver com as delicias de hoje.

Esta técnica alcançou as cozinhas urbanas, e com aprimoramentos, ambiente higiênico e refrigeração surgiu uma culinária típica e clássica, sendo conhecido como sushi.

A ideia de comida rápida já vem a muito tempo, na antiga Tóquio, haviam feiras de comidas rápidas, e uma das iguarias comerciadas era o montinho de arroz com peixe cru, denominada como niguirizushi. Muito peixes são utilizados, mas o mais tradicional é o salmão

O Niguiri é uma porção de arroz prensado com as próprias mãos com um pedaço de peixe cru, são muitas variedades de frutos do mar, o tradicional e preferido dos fãs de Niguiri é o salmão, mas há também até com camarão.

Já na atualidade, além do salmão, este prato pode ser composto por diversos outros recheios, como no caso do maguro, que possui somente um corte fino de atum, amaebi, feito com camarão cru, ika, preparado com lula e unagi, com enguia grelhada.

Não para por aí, o prato também pode ser servido com molho doce, perna de caranguejo, lagosta, molusco, concha, ovas de arenque, cavala espanhola, sardinha, truta e até mesmo linguado.

Mas diferentemente do sashimi, o Niguiri só é servido com arroz. Inclusive, o significado do seu nome trata-se justamente disso: “dois dedos”, remetendo a quantidade de arroz contida na porção.

Receita tradicional

 

Quer fazer a receita tradicional de arroz com salmão em casa, ou seja, o Niguiri? É fácil e delicioso, veja a seguir.

Separe os ingredientes básicos:

  • 2 xícaras de chá água
  • 4 colheres de sopa de vinagre de arroz
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • Molho Shoyu a gosto (molho à base de soja)
  • 2 xícaras de chá de arroz exclusivo para sushi (shari)
  • 500 gramas de salmão fresco

Corte o peixe na linha central, e utilize a barriga, que é a parte mais saborosa do salmão. A parte que restou, corte-a na horizontal num tamanho semelhante ao dos seus quatro dedos juntos.

O arroz é preparado da forma tradicional na água, deve ser lavado até que a água que saia dele seja transparente, depois disso deve ficar descansando por cerca de 25 minutos, depois disso você deve cozinhar na água com sal.

Coloque o arroz em uma travessa e deixe esfriar por volta de 10 minutos, após isso, misture o vinagre ao açúcar até que se dissolva, se for preciso aquece essa mistura para auxiliar. Misture o arroz a essa solução mexendo em diversas direções

Finalmente você montará o seu Niguiri, una o vinagre com a água, e coloque essa solução em suas mãos, de forma que não fique umedecida em excesso, pois assim evita que o arroz desgrude no momento da montagem.

Novamente é feito mais um corte, conhecido como “neta”, que é feito a partir da medida de dois dedos juntos. Logo em seguida, pegue uma quantidade de arroz de uma colher de sopa e coloque na fatia de salmão, pressionando ambos, principalmente nas extremidades.

Procure fazer o procedimento o mais rápido possível na preparação do Niguiri. Não deixe o alimento nas suas mãos por muitos minutos para que esse contato não prejudique a sabor ou até a saúde do consumidor.

 Como comer o niguiri da forma correta?

(Foto: Divulgação/Google/Imagens – Imagens livre de direitos autorais)

Enquanto o maki necessariamente é enrolado com alga, o Niguiri é pressionado para que o arroz fixe no recheio. Essa particularidade acompanha uma diferença na maneira de comer.

Com o hashi (as varetas de madeira), pegue a porção com o arroz virado para cima e mergulhe somente a ponta no molho shoyu, mas sem encharcá-la. Desta forma, a belíssima e trabalhosa criação, feita pelo sushiman, não desmorona em segundos. O tradicional do Niguiri é comer com as mãos diferente dos outros tipos de sushi.

Uma outra maneira de comer o Niguiri é com Wasabi, uma pasta verde, feita a partir da raiz da planta wasabia, que possui um gosto forte e arde como pimenta. No entanto, se você é do tipo que passa longe de pimenta, esqueça esse tempero que é melhor!

Outro ingrediente extra servido como acompanhamento, é o gengibre. Muito utilizado para amenizar os sabores, principalmente se você vai experimentar diversos tipos de sushi de uma só vez.

Esse é o tradicional Niguiri, quem nunca experimentou, vale a pena. Quem sabe não nasce um novo e saudável vício? Dê uma chance e bom apetite!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios