Insônia na gravidez: Como tratar?

A gestação é um momento único e muito especial, com ela o corpo passa por várias mudanças e uma delas pode ser a tão comentada, insônia na gravidez.

Na gestação é mais comum que mães sintam muito sono nesse período, mas algumas sofrem do transtorno de insônia.

A insônia na gravidez pode acarretar um grande desconforto para gestante, pois a transformação física e emocional impacta diretamente no sono.

Apesar de ser um grande desconforto algumas medidas podem ajudar a evitar ou minimizar a insônia na gravidez e fazer com que a gestante tenha uma noite de sono mais tranquila, separamos algumas dicas, veja a seguir.

Como tratar insônia comum na gestação?

 

Apesar de ser um desconforto, acredita-se que a insônia na gravidez seja comum, um dos fortes fatores para essa alteração no sono é o hormonal. Pois nesse período as gestantes têm o nível de hormônio estrogênio além do normal o que estimula o sistema nervoso central.

Existem alguns procedimentos simples que ajudam as mães a minimizar os sintomas de insônia na gravidez que são:

  • Dormir e acordar sempre no mesmo horário
  • Evitar ambientes claros e barulhentos
  • Fazer exercício de respiração
  • Evitar café e bebidas estimulantes após as dezoito horas
  • Tomar chá de erva-cidreira, considerado um calmante natural.

O tratamento do transtorno de insônia pode ser à base de medicamento, que deve ser prescrito pelo médico obstetra que está acompanhando o pré-natal da gestante.

Em conjunto com o médico, a paciente vai avaliar a possibilidade do uso de uma medicação se as alternativas anteriores não apresentar o efeito esperado.

Mesmo sendo um grande desconforto para gestante a insônia não prejudica o bebê, mas é de suma importância que a mamãe tenha uma noite de sono tranquila e no mínimo dez horas por dia.

A alimentação influência muito no sono, evitar alimentos de difícil digestão e fazer a última refeição pelo menos uma hora antes de dormir facilita bastante na hora do sono.

(Foto: Divulgação/Google/Imagens – Imagens livre de direitos autorais)

Aprenda como dormir melhor na gravidez

 

Muitas gestantes têm insônia, mas não há muitos relatos sobre isso, até por que muitas vezes outros sintomas, como por exemplo o enjoo, se sobressaem a esse problema.

O número de mães que sofrem com a insônia aumenta consideravelmente no final da gravidez, cerca de 80% delas reclamam de ter dificuldade para iniciar o sono ou acordam mais cedo.

A insônia na gravidez no fim da gestação muitas das vezes é comumente também pela ansiedade, pois as dúvidas na hora do parto, o trabalho profissional que temporariamente será interrompido, os primeiros dias do bebê vira com uma grande angústia.

Todos esses sintomas são considerados normais, é um ciclo natural de preocupação e incertezas que gera a falta de sono, variação no humor, muita ansiedade e pensamentos de muitos conflitos.

Mulheres com histórico de depressão, TOC, pânico são mais suscetíveis à insônia na gravidez.

Além das dicas para tratar a insônia há outras que podem ajudar a você ter um boa noite de sono, veja a seguir:

  • Evitar líquidos: após as dezessete horas consumir o mínimo de líquido, isso diminui a vontade de ir ao banheiro no período da noite.
  • Alimentação: além de evitar alimentos estimulantes como as comidas apimentadas, devem-se evitar os alimentos que possam aumentar o refluxo e a azia.
  • Insônia: se a gestante já tem insônia antes da gravidez, evitar dormir no fim da tarde.
  • Hora do sono: um ambiente agradável ajuda bastante, se possível use travesseiro especial para gestante.
  • Eletrônico: evite qualquer aparelho dentro do quarto, por exemplo: TV, celular e etc.
  • Posição do sono: de preferência em dormir do lado esquerdo para mais segurança do bebê.
  • Não force o sono: se na hora de deitar não sentir sono de forma espontânea, faça alguma atividade relaxante por alguns minutos e retorne para cama.
  • Médico: faça do seu médico um amigo e conselheiro, persistindo os sintomas não hesite em conversar com ele sobre a sua falta de sono.

Doula: Como pode ajudar a melhorar o sono na gravidez?

 

Doula é uma profissional sem ter a necessidade de uma formação médica que acompanha a mamãe no período da gestação até os primeiros meses de vida do bebê.

O foco principal dessa profissional é o bem-estar da gestante dando amparo físico e emocional em três períodos específicos:

  • A gravidez
  • O parto
  • E o pós-parto.

Muito dos casos de insônia na gravidez é relacionado ao fator emocional como preocupação e angustia pelo desconhecido. Assim, sendo esse um dos principais focos de atuação da Doula, amparar a gestante e assessorar com informações importantes sobre as etapas do parto e início da amamentação.

Esse simples gesto de uma conversa amigável, sendo praticado periodicamente tranquiliza a gestante de forma gradativa. Pois é muito comum que na evolução da gravidez as preocupações aumentem e o medo do desconhecido faz com que a mamãe perca o sono pensando como será a chegada do novo membro da família.

Com conversas periódicas as Doulas passam informações essências que acalma as gestantes, ensinam exercícios de respiração e técnicas que podem auxiliar o trabalho de parto.

Assim todo esse processo contribui para o psicológico e tranquiliza o emocional da mulher no período de gestação.

Se a insônia for por um fator emocional a Doula contribui de forma positiva para esse transtorno, é importante frisar que essa profissional não faz o parto, mas ajuda muito o lado emocional para uma gestação mais tranquila.

Acompanha todo o processo e se for necessário indica profissionais que possam ajudar em outras situações. Quando o grande dia chega a Doula ampara com apoio emocional e auxilia nos exercícios durante todo o trabalho de parto.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios