Telégrafo o que é? Como Funciona? Quem inventou?

Possivelmente você já escutou falar no telégrafo, mas não deve saber muito o que é, pois trata-se de um aparelho elétrico já extinto. Quer saber mais sobre ele, como ele funcionava, como ele contribuiu para tudo o que temos de mais moderno em comunicação hoje e quem foi seu fantástico inventor?

Então, não mude de página! Fique por aqui mesmo, com certeza, você gostará muito de saber sobre a interessante história deste antigo equipamento elétrico!

O que é um Telégrafo?

 

Um telegrafo é um equipamento de comunicação, que foi criado antes do telefone. Hoje em dia ele não é mais usado, mas ele já foi muito útil. Sua funcionalidade principal era enviar mensagens entre localidades diferentes, permitindo uma comunicação eficiente para a época.

Como Funciona um Telégrafo?

 

O telégrafo surgiu nos Estados Unidos, durante os anos de 1830. A proposta era o desenvolvimento de um equipamento elétrico que permitisse enviar mensagens a longas distâncias, por meio do uso de cabos.

Assim que um dos protótipos foram desenvolvidos na época, as mensagens conseguiam ser transmitidas por meio do uso de um código formado por traços e pontos – que correspondiam a sinais curtos e longos e eram enviados de maneira alternada.

Com essa codificação, formou-se o “código morse” ou o “alfabeto morse”.

Depois disso, outro protótipo foi desenvolvido para o telégrafo. Nele, eram usadas linhas telegráficas eletromagnéticas, que aprimoraram o telégrafo. Passaram a serem interligadas também as cidades estadunidenses de Washington e Baltimore.

Em seguida, os cabos foram expandidos, interligando também Nova Jérsei e Washington. Porém, o telégrafo ainda não facilitava a comunicação entre as pessoas.

No início, essas linhas telegráficas só conectavam estações ferroviárias. E, em seguida, os órgãos do governo dos Estados Unidos.

Apenas depois de anos, o telégrafo passou a ser usado pela população, para o envio de mensagens entre localidades diferentes. Aos poucos, o telégrafo foi interligando as diversas localidades dos Estados Unidos, permitindo mensagens a longas distâncias e de maneira rápida.

Quem Inventou o Telégrafo?

 

O inventor do telegrafo fora Samuel Finley Breese Morse, que nasceu no ano de 1791, na cidade de Charlestown, Massachusttes (Estados Unidos). Morse sempre demonstrou interesse pela arte e pela eletricidade, porém estudou sobre ciências da comunicação na conceituada entidade superior da época, “Universidade de Yale”.

Depois de se formar, Morse atuou como editor em Boston por apenas alguns meses, conseguindo convencer os seus pais de ir estudar artes em Londres, na Inglaterra.

Morando na Europa, Morse se tornou um escultor e um retratista de sucesso. Voltou aos Estados Unidos, residindo em Nova Iorque.

Em Nova Iorque, foi nomeado o primeiro presidente da “Academia Nacional de Desenho” e passou a lecionar artes na “Universidade de Nova Iorque”.

Morse retorna para a Europa e passa, então, a se interessar mais por trabalhos que envolviam a eletricidade e o magnetismo – desenvolvidos pelo matemático e físico André-Marie Ampère.

No ano de 1832, regressa novamente para os Estados Unidos. Passa a colocar em prática, finalmente, a ideia de criar o telégrafo.

Morse alcançou muito reconhecimento ao inventar o telégrafo, no entanto, precisou enfrentar uma grande batalha para garantir a patente de seu invento. Isso porque outros inventores e cientistas, de diversos países, também estavam desenvolvendo técnicas de transmissão a cabo – embora Morse já tivesse inventado o telégrafo.

Apenas no ano de 1854, foi que o Tribunal Supremo dos Estados Unidos reconheceu Morse como o verdadeiro inventor do telégrafo.

Morse viveu em Nova Iorque, até a sua morte, no ano de 1872. Sua obra, porém, foi essencial para o desenvolvimento de todos os outros sistemas de comunicação e fora usado por muitos anos, no mundo todo.

O uso do telégrafo, porém, foi substituído pelo uso do aparelho de telefone, durante o século XIX.

(Foto: Divulgação/Google/Imagens – Imagens livre de direitos autorais)

A Substituição do Telégrafo pelo Telefone

 

Como mencionado anteriormente, o uso do telégrafo entrou em declínio com a invenção do aparelho de telefone. O telefone foi criado nos anos de 1870, substituindo o telégrafo.

O inventor do aparelho de telefone foi o empresário escocês Alexander Graham Bell. A primeira transmissão elétrica de voz foi feita por Granham Bell, no dia 10 de março de 1876.

No Brasil, o telégrafo foi substituído pelo telefone a partir de 1883. Os primeiros aparelhos de telefone foram instalados na cidade do Rio de Janeiro.

Na época, a cidade carioca tinha 5 centrais telefônicas. Cada uma delas suportava cerca 1000 linhas, além de realizar chamadas interurbanas, entre o Rio de Janeiro e a cidade de Petrópolis.

Depois, as primeiras linhas telefônicas a substituírem o telégrafo chegaram a cidade de São Paulo e, em seguida, em Campinas (São Paulo). Nessa ocasião, pessoas ficavam nas Centrais Telefônicas e as chamadas eram realizadas manualmente por esses profissionais.

O empresário foi aprimorando a sua invenção, até criar suas próprias companhias telefônicas. Entre elas, a Bell Telephone Company eAmerican Telephone and Telegraph Company. 

É possível ter Acesso a um Telégrafo Hoje?

 

Sim! Você pode conhecer um telégrafo de perto hoje em dia. Isso é possível visitando o Museu das Telecomunicações, que está localizado no Rio de Janeiro. 

O Museu das Telecomunicações conta a história de toda a evolução da telecomunicação. Isso é feito por mais de 200 itens que fazem parte do acervo do local.

O Museu foi inaugurado em 2007 e reformado em 2012. Além de vários tipos de telégrafos, o Museu conta com diversas outras atrações, que vão do equipamento inventado por Morse até as mais atuais tecnologias da telecomunicação.

A Importância do Telégrafo

 

Tivemos a oportunidade de conhecer quem criou o telégrafo, como esse equipamento funcionava e como ele contribuiu com a invenção de outras formas de telecomunicação.

Além disso, vimos como ele foi substituído pela criação do aparelho de telefone e quando as primeiras linhas chegaram ao Brasil.

Você também já tem um destino para passear no Rio de Janeiro, que é visitar o Museu das Telecomunicações e ver, de perto, um telégrafo.

Sempre que você agora ver um equipamento de telecomunicação moderno, certamente, se lembrará do extinto, porém, muito importante aparelho de telégrafo, não é?

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios