Tapioca engorda? Ajuda a emagrecer na quantidade certa!

Se a tapioca engorda é um fato desconhecido para quem faz dietas. Entenda como a versatilidade deste alimento o torna um substituto perfeito para o pão francês no café da manhã.

As comidas são qualificadas como calóricas ou não, mas a mesma contagem não válida a afirmação: tapioca engorda.

Dietas recomendadas por nutricionistas indicam que a tapioca é uma fonte de energia essencial para não passar fome fazendo dieta.

Ela não possui gordura e completa o espaço no seu estômago, acabando com a sensação de vazio, porém ela é rica em carboidrato e pode engordar se consumida em excesso.

Saiba mais a respeito deste produto regional que vem ganhando os consumidores em todo o Brasil.

Conheça os benefícios da tapioca para a saúde

A farinha de tapioca, ou goma, é um subproduto da mandioca usado para fazer crepes e bolos. Se consumida moderadamente é a aliada perfeita para regimes alimentares, em excesso, como qualquer outro alimento a tapioca engorda.

Um dos benefícios é ligado diretamente a prevenção de doenças, porque essa raiz absorve minerais direto da terra. O consumo regular desses minerais ajuda a regular a produção de glóbulos brancos, isso é protege o organismo.

Seu fornecimento de vitaminas e ácidos graxos ajudam o organismo a eliminar a toxidade do organismo. O seu uso é bastante efetivo em detox, nesse tipo de dieta o objetivo é limpar o corpo internamente.

O aumento da procura por produtos para dietas de lowcarb fizeram as vendas da tapioca aumentar. Seu consumo cresceu principalmente entre os adeptos de um modo de vida mais natural e saudável.

Dieta da Tapioca Emagrece de verdade

Uma dieta deve envolver todas as classes de alimentos, muita água e estar conectada com a prático de exercícios. Dietas restritivas em geral são consideradas falhas, portanto uma dieta puramente de tapioca engorda.

O que os nutricionistas em geral indicam é a reeducação alimentar, desta forma é muito mais provável emagrecer e manter. Ao substituir alimentos, a tapioca por exemplo, torna-se um produto de consumo habitual e o seu antecessor é eliminado.

No caso de usar a tapioca como um estepe, ela não deve ser incluída em todas as refeições do dia. É sempre melhor investir em frutas para os intervalos entre refeições e ingerir legumes com carne nas refeições principais.

O melhor horário do dia para consumir a tapioca sem o risco de engordar é no café da manhã. Pois estamos estocando energia para as atividades de um dia todo, e uma porção pequena de tapioca garante longa satisfação.

De onde vem o mito de que tapioca engorda

A alimentação é o mercado mais forte em qualquer economia aquecida, portanto é um meio de extrema concorrência. O aumento da procura de um produto em detrimento a outro, acaba diminuindo as vendas do segundo.

Os boatos vistos corriqueiramente em fóruns de notícias e redes sociais, são as medidas desesperadas do marketing para recuperar demanda. Caso funcione, mas na verdade o que elas fazem é disseminar desinformação.

A tapioca engorda tanto quanto o pão, se for comido em todas as refeições e durante certo período de tempo. O trigo, a matéria-prima para o pão, é rico em fibras, mas elas não resistem ao processo de industrialização.

Os carboidratos são os componentes alimentares que mais resistem a durante sua transformação (seja por temperatura ou corte). Mas também são os vilões da perda de peso, pois demoram para serem digeridos e absorvidos.

A tapioca é efetivamente carboidrato e poderia ser considerada uma péssima escolha, mas isso é o que a torna boa. Pois a falta de componentes em sua fórmula ajuda a manter as contas de calorias consumidas.

Do que é feita a tapioca

(Foto: Divulgação/Google/Imagens – Imagens livre de direitos autorais)

A redução da mandioca é o início do processo que resulta na farinha branquinha que é vendida nos mercados. Para que sua consistência fique granulada, as partículas de pó ou fécula são hidratadas.

Os únicos ingredientes acrescentados para conceber o produto final que é a tapioca é o sal e a água. Existem outras formas caseiras de hidratar o polvilho doce ou azedo, incluindo a isso o bicarbonato de sódio.

As farinhas de tapioca de origem industrial contêm alguns tipos de conservantes e aglutinantes. Esta adição não faz efetivamente que ela engorde, mas aumenta os fatores envolvidos na equação de calorias.

Definitivamente é bem mais fácil comprar e consumir a versão industrializada, para quem não tem tempo a perder. Mas caso possa ser feito casa, existem muitos tutoriais que ensinam com simplicidade e clareza como.

Como preparar a tapioca

A farinha de tapioca é muito versátil e pode ser usada em receitas como bolos, pudins, cuscuz. A forma mais apresentada é como crepe sendo que a receita original não leva recheio, apenas uma pincelada de manteiga.

Os recheios foram acrescentados quando a tapioca começou a ser comercializada no sudeste do Brasil. O preparo continuou sendo o mesmo e trouxe variedade para o alimento, popularizando-o como opção de comida rápida e saudável.

A seguir uma dica para preparar esse lanchinho em casa:

  1. Aqueça uma frigideira plana
  2. Separe em um refratário a farinha de tapioca já hidratada, amasse-a um pouco com as mãos
  3. Quando a frigideira estiver bem quente, despeje uma xícara de chá da farinha, passando-a por uma peneira
  4. Deixe dar liga, por um minuto mais ou menos e vire. Deixe mais trinta segundos e retire da frigideira

Faça mais alguns crepes e depois use o recheio de sua preferência. Para manter a eficácia da dieta e não engordar, escolha frutas como o morango, maça com canela, banana com mel.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios