Kardecismo o que é? Como surgiu? Como funciona?

Entenda o verdadeiro sentido da existência eterna, que é uma das vertentes da doutrina espírita e foi codificada pelo kardecismo.

As especulações em torno do kardecismo, só geram dúvidas a respeito dessa filosofia religiosa alternativa. Tendo isso em vista, amplie seus conhecimentos lendo este artigo.

Com o propósito de aclarar o conceito, a origem e as engrenagens do espiritismo, já foram criadas várias obras literárias.

Nos tópicos a seguir, você encontrará a mais completa relação de informações sobre Allan Kardec, reencarnação e o mundo dos espíritos.

O que é espiritismo kardecista?

 

As palavras kardecismo e espiritismo são sinônimos, porém o primeiro termo se refere ao culto doutrinado. Enquanto que o segundo, é com frequência usado com demasiada abrangência.

Essas generalizações acabam por disseminar fatos inverídicos, e até associar o espiritismo a seitas que não seguem seus preceitos.

Sem sombra de dúvida o kardecismo é bastante carregado de misticismos e impressões pessoais, que se tornaram senso comum. Como acontece em qualquer outra religião.

Em sua essência o espiritismo trata de ver a vida como um círculo sem fim, onde toda a energia se recicla. E para os espíritas essa energia vital, se chama alma.

Os kardecistas seguem esse mesmo princípio, mas por sua vez são guiados pela investigação científica. Isso os faz questionar e criar parâmetros, para medir a presença da alma fora do corpo.

Quem foi Alan Kardec?

 

Allan Kardec foi o fundador da filosofia do espiritismo. Ele viveu no século 19 na França, também em seu país de origem ele recebeu a formação clássica.

Após adquirir a fluência de outros idiomas e tornar-se pedagogo, Kardec se involucrou na tradução de livros e produção. Ao mesmo tempo que dedicou muito tempo a produção de artigos, sendo que todos tinham um cunho de engajamento social.

Logo começou seus estudos teóricos sobre o espiritismo, assim mudou seu nome de Hippolyte Léon Denizard Rivali para Allan Kardec.

O nome não foi escolhido ao acaso, sendo este um nome fornecido por outras vidas do autor. Os conhecimentos adquiridos através de experiências extracorpóreas foram mais do que nomes.

As obras literárias de Allan Kardec inspiradas por essas comunicações com o além, são reverenciadas no kardecismo até hoje.

Outras obras de sua vida que seguem edificadas são a Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas e a Revista Espírita. Ambas criadas com o intuito de fortificar as bases do pensamento espirita.

Como surgiu a doutrina kardecista

São muitos relatos na história de casos de comunicação com plano espiritual. Porém muitos estudiosos da época buscavam explicações sobre os fatos que ocorriam, um deles era os das mesas girantes.

Tal fato fez com que Kardec presenciasse e afirmasse que realmente não havia nenhum tipo de manipulação. Alan Kardec sempre foi um estudioso que buscava através da ciência comprovar fatos.

Breve histórico do espiritismo kardecista

A Doutrina Espírita, codificada por Allan Kardec data de 1858 e é baseada em um conjunto de estudos científicos, desenvolvidos pelo mesmo. O intuito do estudioso, era provar a existência da alma. Erroneamente se intitula de doutrina kardecista pois ela não é de Kardec e sim dos espíritos.

Kardec assistiu as primeiras seções com incredulidade, porém foram muitas as visitas e observações, até que concluiu que realmente os fatos eram verídicos.

Através do aperfeiçoamento da sua mediunidade, codificou muitos livros através da comunicação mediúnica com diversos espíritos.

Livros de espiritismo kardecista

O conjunto de leitura obrigatória para os seguidores do kardecismo, é composto por 5 livros. Trata-se das obras básicas da autoria de Allan Kardec.

Esses escritos contém os ensinamentos de vidas passadas, e além disso buscam aperfeiçoar a existência terrena.

  • O Livro dos Espíritos, o primeiro deles, data de 1857 e foi escrito em cooperação com médiuns e entidades mediúnicas. Em resumo a obra responde a questionamentos de origem universal, ao mesmo tempo propõe uma revisão do desenvolvimento do pensamento humano.
  • O Evangelho segundo o Espiritismo é uma compilação dos princípios morais do messias cristão. Foi codificado por Allan Kardec, mas é creditado aos Espíritos de Luz.

É uma leitura indicada para cristãos e teístas de outras corretes de pensamento que buscam motivação e consolo

  • O Livro dos Médiuns é por sua vez uma reunião de toda a base para o desenvolvimento da mediunidade. Um guia útil para conhecer o funcionamento do mundo espiritual, e como interagir com ele.
  • O Céu e o Inferno têm como objetivo principal esclarecer como funciona a justiça divina.

Sua estrutura é composta por uma parte de estudos teóricos a respeito do tema. E na segunda parte estão depoimentos de espíritos, desde os felizes, passando pelos arrependidos, até aqueles que ainda sofrem

  • A gênese é um estudo sobre a origem da existência da humanidade.

O livro tem como foco as bases para a criação do planeta, assim como as leis divinas que devem ser seguidas. E culmina com a análise das predições de novos tempos

Como funciona o kardecismo

Os adeptos do kardecismo unem-se a ele por vontade própria, ainda que como em qualquer religião seja passada de geração.

Não há uma obrigatoriedade de comparecimento, porém há regras para ser um bom espirita kardecista. E elas devem ser respeitadas na vida terrena, algumas delas são:

  • A caridade
  • A disciplina, que é relativa a preservar as qualidades do corpo material e o espirito
  • O sacrifício, é o mesmo que saber até onde se deve ir antes de desistir ou saber o que daria para conseguir alcançar

Diferença entre encarnação e reencarnação

O kardecismo como outras correntes do pensamento espirita reforça o conceito da encarnação e da reencarnação. Eles classificam a encarnação, como o nascimento da alma para o mundo físico.

Enquanto estamos vivos o aprendizado é absorvido pelo cérebro, mas após a morte tudo fica por conta da alma. E por isso a reencarnação é considerada como o aprendizado eterno.

Para dar o ensinamento à alma, o kardecismo afirma a existência de uma realidade, que funciona paralela a nossa. Nesta realidade estariam todos os que já partiram e os que nunca tiveram uma existência corpórea.

Essas almas ou energias universais, ficam disponíveis para existir neste ou em outro planeta. Isso acontece quando se dá uma coincidência, entre a formação da matéria e do espírito.

A reencarnação pode acontecer uma infinidade de vezes, enquanto que a encarnação só ocorre uma vezem cada corpo. Ela é a primeira combinação de alma e corpo.

Por que se confunde a Doutrina espírita com Kardecista?

A instrução espírita as vezes é confundida com uma doutrinação de mestre e aprendizes, mas a realidade é bem diferente.

O kardecismo, segundo os seguidores dessa corrente de pensamento é a tradução das mensagens que vem de outros mundos.

Mais precisamente do mundo invisível. Um lugar onde coexistem as diversas almas, que compõe um universo ainda mais vasto.

Allan Kardec é um mestre por excelência entre os kardecistas, porém apenas por sua contribuição no didática.

Portanto ele não é o fundador de uma seita, e sim um precursor da doutrina espírita, em sua totalidade.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios