Personalidade introspectiva o que é? Conheça as 5 principais características!

Ser introspectivo não deve ser encarado como algo ruim pois esse é um comportamento muitas vezes necessário, veja a seguir as 5 principais características.

Ser introspectivo é uma característica que pode acabar não sendo tão bem compreendida por algumas pessoas. Porém ter essa característica não caracteriza a pessoas como doente ou alienado.

É certo que cada pessoas possui sua própria personalidade e ela pode apresentar muitas nuances. Entretanto existem alguns traços de personalidade que podem ajudar a identificar se você é introspectivo, veja logo abaixo.

O que é uma pessoa introspectiva

Procurando a palavra introspectivo no dicionário encontramos o seguinte significado. “Em que se examina o próprio íntimo, os sentimentos, as reações.

Ser introspectivo é voltar-se para dentro, realizar uma análise de si mesmo, refletir sobre seu próprio eu. Logo, adjetivos como deprimido, preocupado ou triste não se encaixam no perfil de um introspectivo.

Alguns amigos ou parentes pode acabar ficando preocupados, mas não há nenhum mal em ser introspectivo. Pois pessoas que tem esse traço de personalidade precisam apenas de espaço para ficar com seus pensamentos.

As pessoas se incomodam com quem pensa, com quem busca o melhoramento. Talvez pela falta de competência ou compreensão para que se chegue a esse estado de clareza dos pensamentos.

Ao contrário do que pensam, essas características podem ser benéficas em vários sentidos. Geralmente essas pessoas costumam realizar mais reflexões sobre a vida, pensar mais estar sempre observando.

5 características de uma pessoa introspectiva

Algumas características podem ser notadas em pessoas introspectivas. Logo elas podem ser muito marcantes ou até mesmo acabarem passando despercebidas para pessoas que não tenham tanta intimidade. Veja abaixo as 5 principais:

Pensam mais do que falam

Uma pessoa introspectiva costuma pensar mais do que falar pois na maioria das vezes analisa mentalmente o que pensa. Logo não costumam falar nada somente pelo prazer de falar.

Isso pode acontecer mesmo quando está no meio de outras pessoas. Por isso, muitas vezes o introspectivo pode parecer meio perdido ou antissocial em algumas situações.

Entretanto estão somente avaliando alguma situação que aconteceu ou até mesmo uma que simplesmente passou a sua mente.

Buscam a paz interior

Um introspectivo está sempre em busca de sua paz interior. Logo, ficar sozinho pensado é uma das formas de seguir essa busca.

É certo que não há uma fórmula para essa paz interior. Por isso essa busca passa por muita análise e é diferente para cada um.

Gostam de silêncio

Estar em silêncio é uma das principais características atribuídas a um introspectivo. Isso acontece porque pessoas com esse traço de personalidade preferem lugares e momentos silenciosos para realizar suas análises.

E mesmo quando não estão sozinhos podem acabar se perdendo em seus pensamento e ficando a sós com ele, parecendo assim desconectados da realidade.

Não se importam de ficar sozinhos

Quando uma pessoas é introspectiva ela não se importa em ficar sozinha, pois aproveita esse tempo para conversar consigo mesma e colocar seus pensamentos em ordem.

Podem acabar aproveitando esse tempo também para fazer coisas que lhe dão prazer mesmo sozinhas. Assim como assistir a filmes, sérios, ler livros ou ouvir uma música.

No entanto, um introspectivo não costuma ser uma pessoa solitária, por mais que isso possa acabar confundindo alguns.

Um introspectivo apenas consegue aproveitar bem os seus momentos sozinho, ele escolhe estar sozinho naquele momento. Enquanto uma pessoa solitária não assim por opção dela.

Introspectivo, mitos e verdades!

(Foto: Divulgação/Google/Imagens – Imagens livre de direitos autorais)

Por falta de conhecimento, surgem muitos mitos dobre pessoas ser introspectivo. Entretanto não é um traço de personalidade que cause maiores problemas.

Um dos grandes mitos sobre ser introspectivo é o fato de acreditarem que as pessoas tímidas são introspectivas. Isso não é verdade já que são dois traços de personalidade bem diferentes.

A pessoa tímida geralmente apresenta insegurança, dificuldade de relacionamento e até mesmo incapacidade de agir em alguns momentos.

Enquanto isso, uma pessoa introspectiva apenas escolhe ficar só em alguns momentos, mas quando precisa se relacionar não apresenta problemas.

O segundo mito é quanto a seres pessoas tristes, deprimidas e precisarem de ajuda psicológica. No entanto essas características não estão relacionadas a um introspectivo.

Logo, é importante citar que a pessoa pode ser introspectiva e então passar a apresentar juntamente com isso outros sintomas ou problemas de saúdes. Nesse caso poderá haver a necessidade de procurar auxílio médico.

Na realidade o introspectivo é uma pessoas que costuma ter mais controle sobre suas ações e mais facilidade para tomar decisões.

Isso porque tem uma capacidade maior de analisar e refletir sobre os seus próprios atos. Também consegue projetar e avaliar algumas possibilidades de resultados com mais clareza.

Outro mito é com relação aos introspectivos viverem em isolamento. Entretanto isso não acontece. O que pode acontecer são alguns períodos de afastamento para esclarecimento de ideias.

Costumam ser pessoas que utilizam o silencio como forma de autoconhecimento. Outra grande verdade se refere ao fato de um introspectivo ter uma capacidade maior de observação. Tanto de si mesmo quanto das pessoas ao redor e dos ambientes.

Desafios enfrentados por pessoas introspectivas

Quando se é introspectivo, algumas coisas passam a ser ainda mais desafiadoras do que para outras pessoas, entre eles podemos citar:

  • Dificuldade ao impor limites, pois podem acabar tendo dificuldades de dizer não e também de verbalizar suas ideias
  • Relacionamento interpessoal, pois sentem-se muito à vontade sozinhas e não fazem questão de socializar
  • Dificuldade de adaptar-se a lugares muito barulhentos, pois precisam de um ambiente mais silencioso para poder ouvir seus próprios pensamento e se concentrar.
  • Sair da zona de conforto, ou seja, lidar com coisas que não saíram de acordo com o que foi o planejado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios