Inteligência emocional o que é? Como desenvolver?

Todos os dias pela manhã, quando acordamos, pensamos em fazer um dia melhor que o outro, nos motivamos a continuar no objetivo de nossas vidas, independente do aconteça, mesmo que triste, focamos e fazemos, certo? Isso é inteligência emocional!

E a resposta seria sim, para essa afirmação inicial desse artigo, deveríamos ter toda essa garra e vontade de começar um dia cheio de energia e com muita vontade de alcançar os nossos objetivos, mas realmente é isso que acontece?

Infelizmente não, pois não somos treinados para sermos emocionalmente inteligentes, mas isso não é uma culpa de alguém. A cultura faz com que a escola, a família e a própria vida se preocupem muito mais sobre se você sabe a matéria da escola do que se você está feliz na escola!

Antigamente e até hoje dependendo do local que você vive, o diploma era e é mais importante do que a sua felicidade! Quantos médicos e advogados desejariam muito serem pintores ou atores?

E isso tudo por que a cultura se preocupou com o material e esqueceu que a nossa emoção é o que nos move.

A inteligência emocional é o poder de gerir todas as nossas emoções com qualidade e sabedoria, é saber enfrentar um problema apenas como um acontecimento diário que deverá ser resolvido. Ao contrário do que acontece com quem não tem inteligência emocional, se desespera, perde o foco, fica frustrado e estressado.

Porém a falta de inteligência emocional é mais grave do que parece pois pode levar a problemas mais sérios como depressão e em um estágio mais grave até a sociopatia, que é uma pessoa impulsiva, antissocial, narcisista.

Veja mais nesse artigo tudo o que você precisa saber para melhorar a sua inteligência emocional e se tornar um ser humano melhor.

O que é inteligência emocional?

A inteligência emocional é a habilidade desenvolvida que compreende os sentimentos.

Assim como o QI (Quociente de Inteligência) é um teste que mede a capacidade de inteligência da pessoa a inteligência emocional não pode ser medida, apenas desenvolvida.

O QI foi criado para descobrir se algumas crianças que eram lentas na escola na verdade não tinham problemas mentais e necessitariam ser retiradas daquela escola.

A inteligência emocional não é uma ciência exata, como um cálculo que está correto ou não, ela responde e demonstra o lado humano de cada ser frente a diversas emoções diárias.

Por muito anos, a inteligência do ser humano é medida por teste, o que é errado, pois cada ser pode talvez não compreender de matemática, mas a sabedoria sobre a vida pode ser gigantesca.

Para reflexão fica a pergunta, mas vale compreender um grande cálculo matemático ou compreender o amor?

Como desenvolver sua inteligência emocional

 

Para desenvolver a inteligência emocional é necessário encarar a vida de frente! Compreender cada acontecimento que surge no seu caminho como mecanismo para sua evolução.

Se houver oportunidade de educar a inteligência emocional de uma criança, essa grande experiência seria gratificante para você e uma oportunidade para a criança.

Mostrar que as coisas do cotidiano como o amor, a amizade, a alegria, a perseverança, o sonhar como ferramentas positivas na vida e que a frustração não faz parte das escolhas.

Compreender que tudo que ocorre não é o fim do mundo, não é motivo para desistir de tudo e ficar preso no seu quarto com medo da vida. Inteligência emocional é compreender os sentimentos, todos até mesmo a raiva, e os viver de forma saudável.

Alguns exemplos de como viver sendo inteligente emocional:

  • Amar por amor, e não por condição ou obrigação, o amor é um caminho de união e não de obrigação
  • Ser amigo sem intenções, a amizade é a troca de experiências, de carinho e atenções sem esperar nada em troca
  • Encara os problemas da vida como acontecimentos diários que precisa de uma solução saudável, sem criar o sentimento de medo ou impotência
  • Encarar um novo dia com a oportunidade de ser melhor, não desejar a preguiça, fugir de responsabilidades, mas se transformar em um amante de viver experiências.
(Foto: Divulgação/Google/Imagens – Imagens livre de direitos autorais)

8 dicas para desenvolver a inteligência emocional

 

Você já pensou que tudo o que você viveu poderia ter sido diferente apenas se você tivesse encarado de modo diferente?

Que o melhor aluno da sua escola talvez fosse o pior? Ou o namoro da sua adolescência que você sofreu um dia e foi abusado emocionalmente, talvez não tivesse durado nem uma semana se você tivesse desenvolvido sua inteligência emocional?

Poderia ter sido diferente em seus empregos, não ter achado o seu chefe chato ou que o professor da faculdade pegava no seu pé?

A verdade que ter inteligência emocional é ter controle sobre seus atos, é ter a oportunidade de raciocinar ao invés de simplesmente agir, é ter a chance de escolher o melhor caminho. Veja a seguir 8 dicas para você começar a desenvolver a sua inteligência emocional.

– Enfrente o estresse com reflexões e auto análise e não reações

– Não seja negativo, sempre busque ao máximo o lado positivo da vida

– Sinta seu corpo quando acontece algo na sua vida, você treme? Sente medo? Procure relaxar e buscar mecanismos de controle para que isso não aconteça mais e você perca a razão

– Busque sempre respostas para tudo em sua vida e não apenas reações robóticas e negativamente reacionárias, a paz frente ao monstro da adversidade o transforma em um frágil e simples acontecimento

– Desenvolva a empatia pelas pessoas, que nada mais é do que sentir e estar junto com alguém apenas por estar

– Estude sobre as coisas boas da vida em seu tempo livre, sobre a felicidade, sobre o que fazer para ter mais paz interior e encarar a vida sem medos

– Se tiver a oportunidade de ter filhos, sobrinhos ou crianças que você seja responsável pela educação, as eduque emocionalmente, você desenvolverá em você novas formas de compreender a vida

– Crie rituais de paz, como fazer uma caminhada em silencio, um momento de concentração, uma boa leitura sobre coisas boas, longe de qualquer coisa que possa criar um ambiente negativo.

Ter paz emocional vai além de viver um dia normal como outro, é buscar a alegria em tudo que se faz na vida, não nascemos assim e muito menos somos educados. É necessário se autoconhecer, e estar disposto a ter inteligência emocional para viver melhor. Dedique-se!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios