Embreagem o que é? Como funciona? Para que serve? Como usar?

Praticamente todas as pessoas que possuem carro sabem da importância da Embreagem para o funcionamento do veículo. Porém, poucas sabem como ela realmente funciona.

Além disso, muitos condutores cometem erros, que degastam as peças dos kits de Embreagem, causando problemas na direção do veículo. Além disso, no final, terá de gastar mais com a solução do problema.

Quer saber mais sobre a Embreagem e como mantê-la sempre em dia, garantindo o bom funcionamento do seu carro? Então não mude de página! Fique com a gente e aprenda tudo sobre a Embreagem!

O que é Kit de Embreagem?

 

O kit de Embreagem se trata de um conjunto que reúne as peças fundamentais para que o sistema de Embreagem funcione adequadamente em um veículo. Esse tipo de kit, em geral inclui:

  • Uma placa de platô /pressão,
  • Um disco de Embreagem,
  • Um rolamento especial para Embreagem.

Vale ressaltar que o kit de Embreagem sempre necessita de manutenção. Isso porque as suas partes costumam sofrer muito atrito para fazerem a conexão entre o motor e a transmissão de marchas.

Já os discos da Embreagem são como os discos dos freios. Isso significa que eles precisam de trocas frequentes, mesmo que o motorista acesse essa função do veículo com cuidado.

Os rolamentos e as placas de pressão precisam igualmente reparos ou trocas, pois também sofrem desgastes – porém a frequência da manutenção dessas peças é menor do que a do disco de Embreagem. No entanto, como essas peças são de difícil alcance, quando alguma delas necessita de manutenção, o serviço ou troca é feito em todo o kit.

Por incrível que pareça, trocar todo o kit de Embreagem sai mais em conta do que fazer a manutenção somente no componente desgastado – devido à complexidade da mão de obra.

Que kit de Embreagem Escolher?

 

Uma das características mais importantes em um bom kit de Embreagem é que ele não “patine” – oferecendo dificuldade na transmissão das marchas do veículo. Portanto, escolha sempre kits de Embreagem de boa qualidade, geralmente, fabricados por marcas renomadas no mercado.

Algumas das situações que indicam que seu carro precisa de um novo e bom kit de Embreagem são:

  • Se o seu veículo tem mais de 10 anos de fabricação e nunca teve o kit trocado,
  • Carros com mudança manual de marchas necessitam da troca do kit de Embreagem mais frequente, devido ao desgaste natural das peças,
  • Assim que a Embreagem parece “patinar” – ou seja, o motorista sente que o veículo está perdendo a sua potência. Vale saber que conjuntos de Embreagem que “patinam” não significam apenas que exista desgaste das peças, mas também pode indicar que há um processo de sobreaquecimento do conjunto, em razão do atrito.

Isso costuma causar ainda mais danos ao sistema de transmissão de marchas do veículo.

  • Cheiro de queimado. Quando o condutor sente esse odor, por exemplo, ao subir uma ladeira, é porque alguma peça da Embreagem, possivelmente, está sofrendo um superaquecimento, correndo o risco de ser queimada.

Nesse caso, a troca do kit de Embreagem deve ser feita o quanto antes. Caso contrário, além de causar danos a todo o conjunto de Embreagem, o volante também pode ser danificado por esse problema – deixando o custo da manutenção mais caro para o proprietário do carro.

  • Barulhos e instabilidade durante a condução. Os selos podem vazar, espalhando óleo sobre todo o kit de Embreagem.

Caso isso aconteça, a troca do conjunto deve também ser feita rapidamente. Caso contrário, há chances de a Embreagem escorregar ou travar de repente, durante a transmissão das marchas, tornando a direção do veículo instável.

(Foto: Divulgação/Google/Imagens – Imagens livre de direitos autorais)

Como Funciona a Embreagem?

 

Você sabe como funciona a Embreagem? Primeiramente é importante saber que é preciso que exista uma força cada vez maior para que o atrito causado pelo deslizamento das peças aconteça.

Já o motor, enquanto isso, permanece em funcionamento ininterrupto, já as rodas, não. Assim, a Embreagem evita que o carro “morra” e garante a junção entre o motor em rotação e o mecanismo que não está rodando.

E, ao se pisar no pedal da Embreagem, um pistão hidráulico impulsiona o garfo do carro, que, por sua vez, exerce uma pressão sobre o rolamento da Embreagem de maneira contraria ao centro da mola, chamada de diafragma. O diafragma, ao ser impulsionado, desvia a placa pressão do disco para longe do disco da Embreagem, permitindo que o disco de Embreagem do motor funcione adequadamente.

Caso contrário, quando o motorista não está com o pé no pedal da Embreagem, as molas passam a empurrar a placa de pressão contra o disco de Embreagem – que passa a sofrer pressão contra o volante do veículo. Dessa forma, o motor é ligado ao câmbio e ambas as partes rodam na mesma direção.

Para que Serve a Embreagem?

 

A Embreagem é uma das peças principais de um veículo. Ela se localiza entre a caixa de câmbio e o motor e serve para que o automóvel entre em movimento e possa ter as marchas trocadas, além de interromper o curso de forças existente entre a caixa de câmbio e o motor, quando ocorre a troca de marchas e quando o carro precisar ser parado.

A Embreagem ainda faz a proteção da pressão da transmissão contra o motor. Também serve para amortecer as vibrações dessas transmissões.

Como usar a Embreagem?

 

Saber usar a Embreagem é algo fundamental para se guiar um veículo. A seguir, você confere algumas formas mais adequadas ao fazer o uso da Embreagem do seu carro:

  • Primeiramente, antes mesmo de ligar o automóvel, é de extrema importância que o condutor esteja com o pé na Embreagem e outro no freio,
  • Também deve-se deixar o carro na marcha de ponto morto. Com isso, evita-se que o carro dê alguma arrancada inesperada, causando uma colisão frontal,
  • Ao engatar a marcha, o condutor deve pisar obrigatoriamente na Embreagem, já que é por meio dela que a marcha do veículo pode ser movida.
  • Independentemente se o condutor sair com o automóvel de frente ou de ré, a Embreagem deve continuar sendo usada. É ela que possibilitará o engate do carro,
  • Em seguida, para o carro ganhar movimento, o pé deve ser colocado delicadamente sobre o acelerador, podendo-se retirar, aos poucos, o pé do pedal da Embreagem. Não retire o pé de uma vez da Embreagem enquanto acelera, pois, o automóvel pode adquirir uma velocidade inadequada para a partida.

Erros ao usar a Embreagem

 

Alguns condutores cometem erros ao usar a Embreagem – o que pode causar problemas ao veículo em geral. Entre esses erros estão:

  • Manter o pé sobre o pedal da Embreagem constantemente, enquanto se dirige. Isso costuma comprometer o veículo, desgastando precocemente os componentes do kit de Embreagem.
  • Ao subir uma ladeira, não se deve usar a Embreagem em substituição do freio. Isso também causa maior desgaste às peças. O certo é usar o freio de mão.
  • Alguns condutores não dão atenção quando a Embreagem faz barulhos ou ruídos durante a troca de marchas. Tais sinais quase sempre indicam problemas com o kit da Embreagem, que devem ser analisados por um mecânico.

Usando a Embreagem Corretamente

 

Durante o texto, vimos a importância da Embreagem para o funcionamento de um carro. Além disso, ficamos sabendo como ela funciona e como deve ou não ser acessada.

Também demos dicas sobre quando é preciso adquirir ou trocar o kit da Embreagem. Além disso, aconselhados que o proprietário do veículo opte por conjuntos de Embreagem fabricados por marcas reconhecidas no mercado.

Com isso, você garante que as peças do conjunto da Embreagem durem mais e assegura o melhor funcionamento do seu carro!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios