Planta Comigo Ninguém Pode: Pra que Serve? É venenosa?

Você provavelmente já encontrou essa planta na casa de alguém, possivelmente que tenha sido na casa da sua avó. Mas, afinal, teria essa planta alguma utilidade que não seja somente a decorativa? Vamos descobrir.

A planta é originária da Costa Rica e da Colômbia, é uma herbácea, cujo nome científico é Dieffenbachia Amoena. Ela possui flores que se assemelham a copos-de-leite e lírios-da-paz, e elas aparecem no verão.

Seu caule é espesso e tem folhas grandes e chamativas, é uma planta muito bonita e ornamental, que chega a uma altura de 20 ou 50 centímetros, vamos nos aprofundar mais sobre o assunto, acompanhe a seguir mais detalhes sobre essa planta.

Qual é a utilidade da Planta Comigo Ninguém Pode?

 

Segundo algumas crenças, a planta comigo ninguém pode é uma poderosa protetora contra energias negativas, daí podemos tirar o motivo do nome.

 Algumas pessoas acreditam que a planta tem o poder de neutralizar o azar e o “olho gordo”, deixando, assim, que sua casa atraia apenas boas energias para dentro dela, existem diversos rituais e simpatias envolvendo a herbácea na internet.

Nesses casos, é indicado que a planta seja colocada na porta de entrada da casa e em locais de convivência maior, como pátios e saguões, para que toda a energia negativa seja barrada.

Ela também é utilizada em locais como templos em razão dessas mesmas crenças, pois é associada à harmonização do ambiente Outra utilidade é para a eliminação de insetos e pragas em geral.

É usada de forma ritualística na Umbanda e Candomblé, em banhos de ervas para fins específicos das religiões, que não cabem ser citados neste artigo.

E caso você queira ter uma dessas em casa, saiba que ela não deve ser cultivada em contato contínuo com o sol, a espécie prefere ficar em meia-sombra.

O solo deve ser fértil, com matéria orgânica, e ela precisa de espaço, pois pode chegar até os dois metros de altura, e se desenvolve melhor em locais úmidos.

Mas o cultivo, em geral, é fácil, pois pode ser mantida em vasos ou jardineiras e, mesmo com as indicações um pouco mais específicas, ela consegue se adaptar a ambientes não tão propícios, como é o caso de climas mais secos.

(Foto: Divulgação/Google/Imagens – Imagens livre de direitos autorais)

A planta comigo ninguém pode é venenosa?

 

Certamente, se a sua avó tem uma dessas na casa dela, você já deve ter escutado que não deveria manusear, nem colocar a planta na boca, pois ela é venenosa, outro porquê para seu nome ser tão característico.

A comigo ninguém pode produz toxinas que podem fazer com que a boca, língua e garganta inchem, podendo deixar a pessoa sem voz, além de reações alérgicas quando o contato não é por ingestão, mas por toque direto no olho ou pele por exemplo.

Nesse segundo caso, dor nos olhos e danos na córnea do indivíduo são possíveis, causando até fotofobia. Logo se você tiver qualquer contado com essa planta procure auxílio médico imediatamente, algumas pessoas podem apresentar um quadro mais grave.

Essas toxinas são liberadas por pequenas agulhas presentes nas folhas da planta, que são cristais que penetram no tecido e causam lesões, os chamados cristais de oxalato de cálcio, que produzem mais histamina quando são mastigados.

Histamina é uma substância vasodilatadora que acarreta o aparecimento de edemas, vermelhidão, coceira dentre outros.

Cuide dos locais que visita, se você tem filhos procure saber as plantas que há nas casas de seus parentes, principalmente avós e tios, afim de que não ocorra um acidente com as crianças.

A planta comigo pode, afeta os animais?

 

Animais domésticos não estão imunes aos poderes da herbácea, cães e gatos também podem sofrer efeitos parecidos com os dos seres humanos, se você desconfiar que seu animal de estimação possa ter sido contaminado ou estar com alergia a planta, caso você tenha na sua casa, é recomendável procurar um médico veterinário.

A intoxicação pode causar, ainda, efeitos como vômito, diarreia e ardência dos órgãos do sistema digestor, como boca e garganta.

E em razão de todos esses possíveis danos, a pessoa, ou animal, pode acabar por vir ao óbito. Um exemplo seria um inchaço tão severo da garganta que poderia vir a obstruir o sistema respiratório, então vale ressaltar a importância de procurar auxílio médico com a desconfiança de contaminação.

A planta já foi usada, inclusive, para produção de material de esterilização de pessoas que estavam nos campos de concentração durante a Alemanha Nazista na Segunda Guerra Mundial.

Não é uma planta para se manter perto de animais ou crianças, que são atraídos pelas folhas grandes e chamativas e acabam ingerindo ela, mas, por serem menores, podem acabar sofrendo muito mais com os efeitos dela.

Por isso, é comum que as pessoas já saibam que não devem ingerir a herbácea, pois são ensinados desde pequenos sobre o perigo dela.

Os sintomas da irritação causada pela comigo ninguém pode são, em sua grande maioria, salivação excessiva, dor na boca, língua e lábios.

No caso dos banhos ritualísticos citados anteriormente, eles são feitos acompanhados de leite, para que se neutralize a ação das agulhas na pele, que causariam urticária.

Se você frequenta ou deseja frequentar algum local religioso que utilize essa planta é interessante você descobrir se ela causa algum tipo de reação alérgica. Não deixe de avisar os responsáveis sobre uma possível alergia, qualquer ato de prevenção pode salvar uma vida.

Lembrando que é direito seu como cidadão não querer que se use esse tipo de planta, podendo assim você frequentar os locais apenas para observar.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios